Elopement Wedding: Fotógrafo Jakson Kenedy conta como charme e simplicidade marcam momento

Cerimônia se torna cada vez mais comum entre casais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com planos de trocar as alianças, muitos casais acabaram escolhendo uma das novas opções de cerimônia, que atualmente faz o maior sucesso no mundo das noivas e, claro, dos fotógrafos: o Elopement Wedding. Elopement vem sendo coloquialmente usado para casamentos que acontecem de maneira repentina, quando os noivos viajam para algum lugar e lá mesmo realizam o casamento. Às vezes, até mesmo sem familiares e amigos do casal saberem. É um modelo de casamento totalmente diferente do tradicional e muito intimista.

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e em função dos novos protocolos, este tipo de cerimônia surge como uma opção para os noivos não deixarem de realizar esse tão sonhado momento. Além disso, por ser um evento para duas pessoas, o elopement wedding acaba tendo um custo de produção mais acessível. Com isso, o casamento a dois passou a ser uma tendência e uma alternativa para os pombinhos apaixonados. No entanto, a ocasião requer bastante cuidado na escolha do fotógrafo, para que ele consiga não apenas capturar uma fotografia, mas sim congelar o momento para a vida toda.

Elopement Wedding de Ananda e Ewerton fez o maior sucesso em um grupo de noivas do Facebook (Fotos: arquivo de Jakson Kenedy)

O fotógrafo Jakson Kenedy Silva conta que geralmente registra os Elopement Wedding, e que desde 2016 se tornaram comuns pela simplicidade e charme que o evento, apesar de pequeno, oferece. “Por ser no meio do nada, geralmente longe da família e amigos, pensamos às vezes que é uma situação fria e sem graça, porém garanto que é um momento apenas dos dois pombinhos. Costuma ser muito emocionante e gera fotos incríveis. Sinto muita empatia pelas pessoas, e às vezes acabo rindo e chorando junto com elas”, relata Jakson.

Um de seus trabalhos que mais fez sucesso e conquistou chuva de solicitações de orçamento foi o Elopement Wedding do casal Ananda e Ewerton. A noiva publicou as fotos da cerimônia em um grupo de noivas do Facebook, arrancando assim o desejo e o sonho de várias noivas do grupo de realizarem o mesmo tipo de ritual.

Cada vez mais comum, o Elopement Wedding contempla o gosto e o desejo dos casais, que optam por viver esse momento a dois de uma forma pessoal, intensa e profunda. Além de casamentos, esse tipo de cerimônia se torna uma ótima alternativa para quem quer renovar os votos.

Elopement Wedding fotografado por Jakson Kenedy na Praia dos Carneiros, em Pernambuco

Fotógrafo Jakson Kenedy

Conhecido pelas fotos de casais nas redes sociais, Jakson Kenedy é um dos fotógrafos mais famosos do Litoral Norte de Alagoas. Sua fotografia atrai centenas de comentários e elogios. Kenedy está na profissão há oito anos, registrando momentos especiais e íntimos de pessoas que o escolhem, para que através da fotografia possam reviver o momento capturado ao longo da existência.

Sua vida cruzou com a fotografia em 2012, quando iniciou apenas como hobby. “Sempre tive vontade de ter meu próprio negócio, só não imaginava que seria com fotografias”, conta Jakson. Esse foi o pontapé inicial para sua carreira que focava, num primeiro momento, em ensaios mais simples, que depois se expandiu para festas de casamentos, aniversários, ensaios de pré-wedding. Além de desfiles e grandes eventos realizados tanto na capital alagoana como em Maragogi, cidade onde foi criado.

No entanto, nem tudo foi somente flores neste caminho da arte. Jakson Kenedy revela que antes também trabalhava em um hotel de Maragogi, quando decidiu arriscar e ir morar na capital alagoana, saindo da sua zona de conforto. Passou momentos em que se viu apenas com 26 reais no bolso para pagar as contas do mês, o que para ele se tornou uma grande frustração e o fez pensar em desistir da carreira. “Foi uma situação bem difícil e preocupante. Nessa época pensei em desistir da fotografia, já que estava sendo uma prova viva de que não dava para manter nem as minhas contas”, afirma o fotógrafo.

Mesmo com as dificuldades, Jakson não se deixou abalar. Foi quando começou a surgir novas oportunidades. Começou trabalhando para o site Maceió 40 Graus e a partir daí as portas foram se abrindo. “Quando meu trabalho começou a ser referência e fui fechando mais e mais trabalhos, vi que aquele pensamento de desistir de tudo, foi apenas uma loucura momentânea.”

Apesar de já trabalhar há oito anos com fotografia, Jakson revela que só começou a estudar mesmo sobre a área há cinco anos, e que passou três anos trabalhando sem conhecimento nenhum das câmeras profissionais. Além disso, ele conta também que tem vários fotógrafos que o inspiram diariamente e que se apaixonou ainda mais pela profissão depois que conheceu o trabalho do fotógrafo Beto Santos, da cidade de Bezerros, em Pernambuco, e em seguida, conheceu Leonardo Metáfora, de Cabo de Santo Agostinho, também de Pernambuco.

“Fiquei encantado pelo modo que Beto transmitia na fotografia o seu olhar artístico, criando imagens impactantes. Já Léo me ajudou bastante. Apenas me conhecendo pelas redes sociais, ele me deu várias dicas. Depois tive o prazer de trabalhar com ele pessoalmente”, conta Jakson.

Para o profissional, toda forma de fotografia resulta em arte, basta ter criatividade e emoção. Além do momento único, ou até mesmo numa paisagem surreal, os mínimos detalhes são muito importantes. O olhar de cada artista é único.

Um de seus trabalhos que mais o marcou foi fotografar um casamento durante um fim de tarde em um morro em Maceió, com vista de frente para o mar. O local foi todo decorado com flores amarelas. “A emoção invadiu o local, a conexão do casal que conseguiu fazer todos chorarem, foi cena de cinema”, relata o fotógrafo.

Aos 31 anos, Jakson Kenedy fala com paixão do ofício que escolheu, convicto de que se encontrou profissionalmente, apesar das dificuldades ao longo dos anos. “No final de tudo, entregar um trabalho concluído é um sinal de dever cumprido. Fico muito feliz em saber que fui eleito para registrar momentos únicos e memoráveis”, diz Kenedy.

Para as pessoas que tem o sonho ou desejo de trabalhar com fotografia, ele destaca que “é necessário foco, estudo, não importa o equipamento e sim sua visão do mundo. Tem pessoas que com um celular já fazem trabalhos incríveis, e isso, sim, é arte, a verdadeira arte da fotografia não requer equipamentos, mas um olhar especial das coisas e da vida.”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.