Juiz cancela audiência sobre acidente com catamarã que deixou duas mulheres mortas durante passeio às piscinas naturais de Maragogi

Acidente aconteceu em 27 de julho de 2019 e causou repercussão nacional.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Juiz de Direito da Comarca de Maragogi suspendeu a audiência ocorrida de forma híbrida – ainda por conta da pandemia e o fato de algumas pessoas envolvidas residirem longe – na manhã da quarta-feira (24), no Fórum da Comarca da cidade. A audiência de instrução, onde réus e testemunhas são interrogadas para que o Juiz possa ter base e sentenciar futuramente, foi sobre o acidente de repercussão nacional envolvendo um catamarã, que deixou dois mortos durante um passeio às piscinas naturais em julho de 2019.

Segundo informações, a audiência foi cancelada devido a suspeita de dispositivos não autorizados pela Justiça, que facilitariam com que uma testemunha escutasse outra, o que é proibido por lei. Por esse motivo, o Juiz cancelou até os depoimentos já ouvidos, transferindo a audiência para o dia 16 de março de 2022,

Os advogados de alguns acusados, Rômulo Lyra, Jeimison Lyra, acompanhados do estagiário Wictor Raimundo, emendam que, das cinco vítimas apresentadas, três foram arroladas como testemunhas, que foram identificas como filhos das vítimas, e solicitaram de imediato o cancelamento da audiência. Os advogados alegaram que a audiência estaria prejudicada.

Os advogados Jeimison Lyra, Rômulo Lyra e o estagiário Wictor Raimundo

“Logo de plano, o magistrado deferiu nosso requerimento, suspendendo a audiência e anulando todos os atos’, assegura Dr. Rômulo Lyra. “Também pedimos que fossem anulados os três depoimentos dos familiares das vítimas. Diante de tudo isso, o magistrado suspendeu a audiência, cancelando todos os atos e remarcando para o próximo ano.”

Entenda o caso

Um acidente com um catamarã deixou dois mortos durante um passeio a uma das piscinas naturais Maragogi, Litoral Norte de Alagoas, na manhã de do dia 27 de julho de 2019. Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local para fazer o resgate das vítimas. Informações oficiais deram conta de que pelo menos 60 pessoas estavam a bordo da embarcação.

Duas idosas, de 65 e 67 anos, turistas do Ceará, morreram. Outras vítimas foram resgatadas e levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maragogi. De acordo com o Corpo de Bombeiros, três pessoas deram entrada em estado grave. Duas delas inspiraram cuidados, uma com hipotermia e outra com pressão baixa.

O catamarã teria batido em pedras e virado.

A Marinha do Brasil havia informado acerca da ressaca do mar, onde as ondas poderiam chegar a 2 metros e meio de altura nas praias do litoral alagoano daquele dia, devido as chuvas que caíam no estado há semanas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.