Em documentário, ex-Menudo revela que foi estuprado várias vezes em sua passagem pela banda

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Ex-integrante da banda MenudoAngelo Garcia, afirmou ter sido vítima de estupro na adolescência. O cantor da ‘boy band’ mais popular da história da América Latina, agora com 46 anos, fez um relato chocante na série documental “Menudo: Forever Young“, que estreou nesta quinta-feira (23/06), na plataforma HBO Max.

Na série documental, Angelo conta que, em certa ocasião, foi levado por um homem — cuja identidade prefere manter em sigilo — a um quarto de hotel, onde foi incentivado por ele a beber álcool. “Tudo o que me lembro é que eu, tipo, desmaiei. Quando acordei, estava nu e sangrando, então sabia que havia sido penetrado. Eu tinha, tipo, essas marcas de queimadura do tapete no rosto… Fiquei muito confuso e não entendi”, declarou o cantor, que tinha apenas 11 anos na época. Angelo permaneceu na banda de 1988 a 1990. Ele ainda afirmou que não foi a única vez que sofreu abuso enquanto fez parte do grupo. “Fui estuprado uma série de vezes, e essa era a maneira que os predadores se aproveitavam de mim.”

Em mais um trecho do programa documental, ele dá a entender que o empresário da banda, Edgardo Díaz, chegava a incentivá-los a experimentar sexo anal. “Lembro-me de Edgardo dizendo: ‘sabe o prazer que você sente quando está fazendo cocô? Sexo anal é assim.‘” Díaz, que ainda não se manifestou sobre as acusações feitas no documentário, sempre negou qualquer abuso enquanto empresariava o grupo.

Outros membros do grupo – que contou com 32 integrantes ao longo de sua história, incluindo o cantor Ricky Martin -, também alegaram que foram submetidos a abusos, a assédio moral, bullying e a condições de trabalho opressivas enquanto eram gerenciados pelo produtor.

Pheeno

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.