Nota do Campus Maragogi a toda comunidade escolar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com a pandemia de Covid-19, a educação em todo o país teve que se adaptar a um outro modo de ensino-aprendizagem. Como forma de manter a continuidade das nossas atividades escolares, diante dessa realidade, o Ifal adotou o ERE (Ensino Remoto Emergencial). Estudantes, familiares, técnicos e professores construíram uma nova forma de fazer educação e, ao mesmo tempo, de se proteger das implicações da pandemia. Todos os setores passaram por adaptações para que os serviços prestados pelo campus continuassem a ser oferecidos no contexto de distanciamento social e obedecendo às regulamentações sanitárias. Dessa forma, é importante pontuar que, apesar do não funcionamento presencial, o campus Maragogi continuou funcionando no formato remoto, não deixando de realizar todas as atividades possíveis no contexto de pandemia, incluindo algumas atividades presenciais, com os devidos cuidados.

Várias ações foram implementadas por necessidade imposta pelo ERE, como:

1. Capacitação de todos os servidores para uso das Tecnologias da Informação (TIC’s);

2.  Organização e orientação aos estudantes para obtenção de auxílios permanência e conectividade, com entrega de tablets (94) e chips (148), auxílio financeiro para custeio de internet (71), auxílio financeiro para compra de equipamentos (130);

3. Capacitação dos alunos para preparação e instrumentalização para o ensino remoto emergencial;

4. Atendimento remoto de orientação de saúde, nutricional, psicológica, bem como atendimento do Napne (Núcleo de Atendimento a Pessoas com Necessidades Específicas);

5. Acompanhamento remoto (busca ativa) pela equipe de ensino para garantia da permanência e aprendizado dos estudantes no ensino remoto emergencial;

6. Suporte constante das Coordenações de Curso aos alunos, docentes e familiares sobre as demandas do ensino remoto e realização de reuniões periódicas dos Colegiados de Cursos para gerir o ensino remoto, discutindo os planos, as metodologias, as avaliações e todo o processo do ensino remoto emergencial;

7. Organização remota do novo modelo do processo seletivo para ingresso de novos alunos em 2021;

8. Realização remota de renovação de matrícula em 2020 e 2021;

9. Organização remota para escolha dos livros didáticos (PNLD 2021);

10. Organização e entrega domiciliar de material didático e instruções pedagógicas para mais de 30 estudantes sem conectividade;

11. Reuniões remotas sistêmicas dos setores do campus com as Pró-Reitorias do Ifal;

 12. Organização e realização de formas inéditas de conclusão da Prática Profissional em Hospedagem, com apresentações remotas de bancas de TCC – relatos de experiências e portfólios;

Ademais, outras ações foram continuadas mesmo com o distanciamento, tais como:

13. Realização de conselhos de classe consultivos e deliberativos remotos;

14. Realização remota de encontros pedagógicos;

15. Realização de atividades remotas de arte e cultura, Artifal (Interline e Papos Musicais), o Intervibe e lives de comemoração dos 10 anos do campus, para os estudantes e servidores;

16. Reuniões remotas com pais/responsáveis legais e mestres;

17. Atendimento remoto do setor de Registro Acadêmico;

18. Realização de reuniões remotas periódicas com servidores do campus para resoluções e encaminhamentos dos setores de ensino e setores administrativos;

19. Desenvolvimento de ações remotas de monitoria, mediação virtual, Extensão e Pesquisa;

20. Realização da IV Mostra de Ensino, Pesquisa e Extensão;

21. Realização de lives do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas – Napne;

22. Formação de grupo de pesquisa-ação do Neabi (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e indígenas);

23. Aquisição de equipamentos e organização dos laboratórios específicos;

24. Realização do IV HospTur;

25. Realização da Semana de Agroecologia;

Além de todas essas atividades, o campus Maragogi teve muitas outras conquistas, mesmo com a pandemia, como a aquisição e instalação de placas fotovoltaicas para geração de energia, implantação do Espaço 4.0, criação do Centro de Estudos e Capacitação em Soluções para Agricultura 4.0 (Cecsa), conquistas de medalhas pelos estudantes em olimpíadas de conhecimento e concretização do trabalho de comissões para a implantação de novos cursos.

O Campus Maragogi – que nunca parou – está se organizando para o retorno presencial, embora não haja uma data específica. Em nota, o reitor sinalizou que essa medida será tomada junto à comunidade, através de pesquisas com participação de estudantes, pais, responsáveis e servidores, além de consulta pública. O Ifal já formou comissões para o retorno presencial em todos os campi e as próximas medidas serão amplamente divulgadas em nossas redes sociais.

Bartolomeu Honorato / Assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.