Prefeito eleito de Maceió fala em investimentos na saúde e na educação

Nas redes sociais, ele também falou em enxugar a máquina pública
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito eleito para governar Maceió, João Henrique Caldas (PSB), da coligação Aliança com o Povo, foi às redes sociais para agradecer aos mais de 222 mil eleitores que o elegeram: “agradeço a cada maceioense que saiu de casa para exercer o seu direito e mudar Maceió para melhor”.

Segundo o advogado de 33 anos, seu governo vai priorizar o cidadão, com investimentos em saúde, educação e mobilidade urbana. “A partir do dia 1º de janeiro de 2021, vamos iniciar a gestão da mudança, enxugando a máquina pública, investindo na saúde, na mobilidade urbana, na educação e priorizando o bem-estar do cidadão”, escreveu JHC em sua conta no Facebook.

No Twitter, JHC também agradeceu aos eleitores:

“Obrigado, meu Deus. Obrigado ao povo honesto e guerreiro de Maceió. Sei da minha responsabilidade, não vou desapontar. A Deus: toda honra e toda glória! Seremos uma grande família de Maceió. Uma cidade de todos. Obrigado! Obrigado! Obrigado!”

Durante o seu discurso, após o juramento, o novo prefeito disse que vai preparar Maceió para receber as vacinas contra o coronavírus. “Protocolos estão sendo criados e a infraestrutura da saúde vai ser preparada para que possamos vacinar o máximo de pessoas num tempo mais curto”.

Durante cerca de 10 minutos, JHC cumprimentou os vereadores eleitos e autoridades que acompanharam a transmissão. Destacou a experiência de seu vice, Ronaldo Lessa, afirmando que é “um pilar muito importante para conduzir os rumos da capital”.

Em seguida, ele citou o escritor alagoano Graciliano Ramos e fez críticas à gestão de Rui Palmeira (sem partido).

“Durante muitos anos Maceió viveu a inércia e o abandono. Quando a pandemia chegou, para agravar a situação em que viviam os nossos maceioenses, quem mais precisava do poder público sentiu na pele as consequências da irresponsabilidade. O maior dever de um gestor público é com o seu povo. Quando as pessoas são deixadas de lado, esquecidas, são elas que mais sofrem, mas também são elas que decidem quando é hora de tomar um novo rumo”, disse JHC.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.