Alagoas não registra morte por Covid pela primeira vez em mais de um ano

Última vez que o boletim epidemiológico da Sesau, emitido diariamente, foi publicado sem mortes foi no dia 16 de abril de 2020.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Pela primeira vez, desde abril de 2020, segundo mês de pandemia do coronavírus em Alagoas, não foi registrada morte por Covid-19 no Estado, em um período de 24 horas. A informação foi divulgada pelo secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, nesta quinta-feira (7), que comemorou a notícia em suas redes sociais.

“Nas últimas 24 horas não morreu ninguém em Alagoas vítima da Covid-19. É um dado muito importante, um dado a comemorar. Eu queria aproveitar para parabenizar cada profissional de saúde que tanto tem se dedicado nesse 2021. Desde o início da pandemia, ainda em  2020, e agora a gente pode comemorar esse resultado tão expressivo, que é fruto da vacinação, fruto do uso das máscaras e da colaboração da nossa população. Vamos seguir em frente. A pandemia ainda não acabou, mas a gente tem vencido cada batalha e Deus tem abençoado Alagoas”, comemora Ayres.

A primeira morte registrada em Alagoas pelo Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) foi em 30 de março de 2020. Naquele dia, um homem de 64 anos, natural do estado do Acre, morreu vítima da Covid-19 no estado. A informação só foi divulgada no dia 31 de março de 2020.

Desde o começo da pandemia, os únicos dias sem registros de mortes em Alagoas foram nos dias 31 de março e 02, 07, 09, 10, 12, 13 e 23 de abril de 2020. De lá para cá, ocorreram mortes todos os dias.

Atualmente Alagoas já vacinou 50% da população adulta com as duas doses do imunizante contra a Covid-19 ou com o imunizante de dose única, ou seja, metade dos alagoanos com 18 anos ou mais completou o primeiro ciclo vacinal.

Desde o início da pandemia, 231.811 pessoas diagnosticadas com a Covid-19 concluíram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperadas da doença.

Secom Alagoas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.